Sagas, de Strindberg – Resenha de livro

Sagas_Strindberg124 págs.
Editora Hedra

Uma coletânea de contos de temática variada, ambientada em uma Europa em meados do século XVIII, onde o romantismo e clima desbravador ainda pairava os ânimos e mentes da época.
Apesar de sua conturbada vida pessoal, o escritor realizou um trabalho de delicada narrativa para uma de suas filhas. Dotados de temáticas nada fáceis de serem entendidas para uma criança, é possível perceber o esmero e esforço literário do autor em contar histórias que beiram o quase mágico, como fábulas antigas e de bom cunho literário. O interessante foi que o autor quase não se valia de morais batidas e rasas que vemos e em fábulas e contos de época. Se possue, é algo plasmado de modo elegante e que se dilua para que não fique óbvia a moralidade.
Existem contos de uma rara capacidade de narrativa, tal como “A Grande Peneira”, que incomumente narra a incursão de um grande objeto lançado à água e narrada as consequências de tal interação. Simplesmente genial a narrativa.
Outros lembram fábulas encantadoras de determinação pelo amor, tal como “A História de São Gotardo”.
Foi a leitura mais encantadora e inesperada que tive ultimamente. Pude afinal apreciar a leitura e abraçar o encantamento de suas histórias, a me embalar com cada mensagem de cada uma.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s