Cansei de Ler… E agora?

Apesar da paixão pela leitura, chega em um momento em que você pára tudo e constata que não está apreciando mais como antes. Esquece como terminou um livro, acumula-se livros lidos pela metade, sem ânimo para abrir um livro sequer, etc.

O que mudou? O que aconteceu afinal?

Antes que caia em desespero, é preciso ter muita calma nessa hora e analisar friamente, antes de enfiar a faca no bucho e arrancar os olhos (não necessariamente nessa ordem).
Analise os aspectos que te levou a essa constatação drástica e sobretudo, aos sinais que indicam esse “cansaço”.

1) O primeiro sinal disto é quando terminou de ler um livro, não se lembrar da trama da história e outros aspectos dela. Mal degustou o estilo de escrita do autor, analisou a construção dos personagens, etc. Enfim, foi uma leitura rápida mesmo.
Eu sofro de alguns lapsos de memórias, principalmente quando a história não me chamou a atenção ou que perdi o interesse por algum outro motivo. Para isso, recorro à anotações em meu caderno de leitura, que serve exatamente para isso. É bem útil para aquelas leituras mais longas, de texto mais elaborado (ou mal escrito mesmo), muitos detalhes que pelo esquecimento compromete o entendimento da trama principal. Ou mesmo para aquelas leituras mais pausadas devido à rotina atribulada.

2) Olhar a pilha de livros se acumulando e nem ter coragem de abrir um.
Isso é devido ao consumismo desenfreado que traz livros que em um brevíssimo momento de interesse fez-o comprar. Ou seja por impulso. Uma constatação terrível mas realista pois algumas vezes compramos livros para satisfazer um aspecto psicológico de satisfação em possuir algo que acreditará que te acrescentará algo. Mas é um risco tão grande que nem vale a pena comprometer seu orçamento para ter uma satisfação material fugaz. O jeito é pensar muito bem o que vai comprar e principalmente, ler os que já estão na estante, pegando poeira.

3) Começar um livro e não terminar.
Tenho uma fila de livros de leitura inacabada. os motivos são variados. Desde textos de difícil compreensão, que dependendo do quanto está disposto, até consegue absorver algo. Os livros mal escritos são desanimadores. Quando se encontra erros não só de revisão mas de um âmbito mais global que compromete a trama geral da história, fica-se o dilema em se terminar um embuste ou terminar de ler sob o clima inquisitor e mau humorado (sim, esse sentimento destrói leituras!).

4) Não apreciar a leitura e o autor favorito como antes.
É um fato que nem sei se outros já passaram, mas chega o momento em que ler sempre o mesmo tema, estilo de escrita de autor, que tudo te satura a tal ponto que sofre como se estivesse na forca, com a corda apertando se não terminar a leitura. Enfim, a leitura deixou de ter o prazer de antes.
Eu, particularmente, me entedio fácil de certas leituras. Uma época me aplico nas críticas literárias e de faculdade. Outras, leio sem parar romances policiais. Outras, apenas leituras fáceis, bobas mesmo. Recentemente redescobri a FC, gênero que apreciava muito.
Faço esse rodízio de gêneros e de estilos de leitura para que meu grau e discernimento de leitura não abaixe ou perca qualidade se ficar muito tempo sem ler. De fato, ficar muito tempo sem ler deixa eu critério ou senso crítico menos apurado para reconhecer boas leituras. Digo boa leitua não se resume a clássicos, pois já encontrei muita coisa ruim dentre eles. E mesmo dentre a “literatura ruim”, encontrei aspectos interessantes e autores de escrita muito boa.
Só para constar, quando alterno minhas leituras, faço com a maior mão de vaca possível. Baixar e-books ou livros usados, baratinhos mesmo.

Em resumo de todo esse texto, descanse apenas. Vá assistir Tv, assista filmes variados, ria um pouco. Diversão também é algo construtivo e recarrega as energias.
Redescubra o prazer da leitura, variando o gênero literário e quem sabe, derrubar alguns preconceitos literários que porventura tenha.
O que adianta ler 5 ou mais livros ao mesmo tempo, e não lembrar da história de nenhuma delas?
Se quer minimizar esse cansaço, leia livros de menos páginas, histórias curtas mesmo. Tem razão do cansaço depois de ler a saga da Guerra dos Tronos, não é?
E sobretudo, acalmar o instinto de querer mais livros, só para aumentar a quantidade de lviros lidos.
E fica a pergunta. O que adianta ter lido tantos livros, se não lembra nem da metade deles?
Ler livros acrescenta algo de bom ao leitor. Se virou sofrimento, algo está errado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s