Postais como forma de humanização

fdf35ead7123db563654957324fee1a7Por lidar com tecnologia, há certos hábitos que praticamente estão se extinguindo. Pelo menos no meio social que vivo, é algo que inexiste praticamente.

Falo sobre escrever em cartões postais, que até uns 10 ou 15 anos mais era algo comum ver ou receber postais. Aqueles cartões de gramatura espessa, com uma imagem estampada em uma face e em outra o endereçamento com o selo. Era enviado sem envelope mesmo, apesar de já ter recebido alguns dentro de envelope, talvez pelo cuidado do remetente em querer que não danifique o postal. Ou talvez por desconhecimento que era para enviar sem envelope mesmo.

O postal era largamente utilizado em uma época em que se comunicar com o os amigos, família e entre outros, era algo difícil. Ele servia também de enviar uma lembrança de viagem a um lugar de passeio ou viagem mais distante.

Hoje em dia, basta enviar um e-mail ou mesmo postar as mensagens e fotos no Facebook.

Ou seja, mesmo com as facilidades tecnológicas, o que acho fantásticas, perdeu-se algo que as pessoas nem se dão conta. O contato humano.

d23220cc5a348529a6cb9787c203d486Sinto a falta de interação física com meus amigos. O apertar de mãos, ver a pessoa como um todo, sentir seu cheiro ou perfume, ver a textura da pele. Não é nada ligado a sexualismo e sim a mais pura visualização física tátil. Pode parecer algo estranho, mas dessa forma, as pessoas que eram apenas fotos digitais em uma tela iluminada se tornam reais a mim. Até mesmo ouvir pelo telefone a voz dos que são mudos na tela é válida nessa materialização de uma pessoa real de fato.

O postal também servia de comunicação mais pessoal pois a própria pessoa escrevia no verso deles. É diferente do que se mandar um telegrama, que era um texto ditado e com palavras mínimas para se dar um recado urgente.

A comunicação interpessoal física está desaparecendo. Apesar de se ter a possibilidade de conhecer pessoas do mundo todo, certas particularidades são desconhecidas e que nem sempre perceptíveis em uma tela de computador.

Como escritora, queria que um dia colocar em prática uma ideia de reviver essa arte social. Mandaria a meus amigos postais com minha própria arte (sou ilustradora também) e com mensagens que seriam banais em um post no Facebook ou e-mail, mas com a diferença é ser escrito por meu próprio punho. Ou seja, um pequena amostra de minha interação, para mostrar que sou uma pessoa real.

Sinto falta da humanização e que o mundo lá fora me é irreal.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s